Porto Rico: um pequeno país, um grande espetáculo.

Trepando Paredes, que adotou a denominação lusitana de Subindo pelas Paredes, é o título original em espanhol do espetáculo de Porto Rico, montado pelo Taller de Teatro de la Inter-Metro, pertencente à Universidad Interamericana de Puerto Rico, que está em curtíssima temporada no Teatro Celina Queiroz da Universidade de Fortaleza – somente nos dias 15 e 18 de maio, como parte das comemorações dos 40 anos da Fundação Edson Queiroz.

Uma das ilhas da América Central, com superfície de apenas 9.104 km², o que equivale a aproximadamente a área ocupada somente pelo município de Rio Branco, no longínquo Estado do Acre, de gênese cearense, e população de 3.913.055 de habitantes, um pouco maior que a da Região Metropolitana de Fortaleza, é Porto Rico; que teve nascedouro espanhol e desde o século XIX é território norte-americano. A ilha dista, em linha reta, 3.929 km da capital cearense, mas se leva praticamente um dia de avião para se chegar até lá; pois o percurso, além de passar pelas cidades brasileiras de São Paulo ou Brasília, tem obrigatoriamente que cruzar o território do Panamá, também na América Central. A Universidad Interamericana de Puerto Rico é uma instituição privada, sem fins lucrativos, que por mais de 90 anos se dedica a capacitar estudantes nas diversas áreas do saber humanístico, social e científico; e que serve como ponte cultural entre os Estados Unidos e a América hispanófona.

O Taller de Teatro de la Inter-Metro possui 24 anos de existência, produzindo e apresentando espetáculos no próprio Porto Rico, como também na Espanha, Itália, Estados Unidos, México, Costa Rica, República Dominicana, Colômbia, Argentina e agora no Brasil. No entender do grupo “la cultura da a los seres humanos la capacidad de reflexionar sobre sí mismos, haciéndolos seres realmente humanos, racionales, críticos y éticamente comprometidos.” Este também é o pensamento defendido pela Universidade de Fortaleza, que entende que seu papel social transcende ao de pólo gerador e difusor do conhecimento e atinge à produção e a socialização da cultura. Esse pensar é o que mantém em funcionamento os cursos de graduação em Teatro e Artes Visuais, como também uma pauta permanente de grandes espetáculos teatrais e de exposições com renomados artistas locais, nacionais e internacionais.

A Internacionalização da UNIFOR também é uma realidade. No ano passado foi conferida pelo Ministério da Educação brasileiro o IGC (Índice Geral de Cursos) – 4 (valores que variam de 1 a 5) para a Universidade de Fortaleza e muitos de seus cursos, distribuídos nos quatro Centros de Ciência já possuem conceito máximo – 5, atribuído também pelo MEC. Esses resultados positivos estão conferindo bastante atratividade para os cursos de graduação, pós-graduação e graduação executiva; tanto em nível local, como nacional e internacional. Esse é o reflexo direto do envolvimento discente, e do trabalho docente e institucional na busca do aprimoramento contínuo das condições de oferta e das metodologias de ensino adotadas. Hoje a UNIFOR possui 55 estrangeiros fazendo as disciplinas da graduação e 77 de seus alunos em instituições parceiras. São 160 Universidades fora do país que enviam e recebem alunos e professores para a UNIFOR. São quase 2.000 estudantes e docentes, nos últimos anos, envolvidos nessa mobilidade internacional. Hoje a Universidade de Fortaleza já oferece 17 disciplinas em língua estrangeira, tanto para os estudantes de outros países como, e principalmente, para os acadêmicos brasileiros da UNIFOR, interessados nessa internacionalização do ensino superior.

Subindo pelas Paredes é uma comédia leve do autor Porto-riquenho Antonio García Del Toro – escritor, diretor Teatral e professor da Universidad Interamericana de Puerto Rico com graduação em Artes e doutorado em Filosofia. Ela faz uma paródia aos programas de televisão que apresentam concursos e que expõem as intimidades amorosas dos casais, um tipo de comédia muito parecida com a desenvolvida aqui no Ceará e que agrada tanto ao público local como aos turistas. O próprio título reflete bem esse clima de ansiedade lúdica conferido pelos concursos protagonizados pelos canais de televisão, que faz com que os casais subam pelas paredes. O texto é bem escrito, com diálogos rápidos e consistentes. A direção, também do professor Del Toro, é bem dinâmica e com a apresentação de situações cômicas que mexem bem com a platéia. Segundo o diretor, o espetáculo tem lotado os Teatros por onde têm passado e a platéia tem aplaudido de pé no final das apresentações.

A cenografia da peça é bem colorida e elaborada, explorando as novas mídias, muito presentes na sociedade Contemporânea. Componentes modulares, como tubos de PVC são utilizados de modo a garantir maior mobilidade ao espetáculo. A luz valoriza os componentes cênicos e destaca um coração partido enorme, definido em segundo plano, e que bem caracteriza os aspectos românticos, muitas vezes piegas, apresentados e explorados por alguns canais de televisão e que são parodiados pelo presente espetáculo teatral. A incorporação dos personagens por parte dos atores é impecável, como também as movimentações cênicas. Destaque deve ser feito ao protagonista Don Pepetevé, interpretado pelo ator Xavier Sánches, que com o seu bailado cômico leva a platéia ao riso. Figurino e adereços foram produzidos de modo a valorizar os personagens. Lili e Titi, interpretadas pelas atrizes Melissa Orsini e Samary Fonseca, dançarinas do programa de televisão representado pela comédia, causam vários momentos de riso na platéia, por materializam as ações pouca espontâneas dessas componentes de palco e que, com seus figurinos, expõem e valorizam deliberadamente as pernas das jovens atrizes, detentores de uma beleza barroca, pouco valorizada pelo ideário de formosura contemporânea.

Recomendo fortemente Trepando Paredes aos discentes de Teatro, como uma oportunidade de aprendizagem, e a comunidade local pelos momentos de comédia leve e sadia protagonizada pela Trupe e pelo contato propiciado com a cultura de outros países, dificultada em Fortaleza pela posição geográfica da cidade, tão distante das fronteiras com os países da América do Sul.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: